• Karina Ferraciolli

Se a sua empresa fosse uma pessoa, quem ela seria?

Updated: Dec 4, 2019

Como diz o livro, #Administração #Estratégica, o principal foco do #marketing é o conhecimento daquilo que se ajusta ao #consumidor ou o influencia, no esforço de aumentar as vendas e lucros das organizações. Porém, como chegamos a nos comunicar com estes diferentes consumidores? Como podemos fazer para criar um relacionamento entre um negócio e seu consumidor?

Use a estratégia da #BusinessAffectivePersona, #BAP, no português, Persona Afetiva para Negócios, que nada mais é que criar um personagem para o seu negócio.

Aí, vocês me perguntam: Por que isso pode ajudar o meu negócio?

É elementar meu caro Watson, #REPRESENTATIVIDADE, essa palavrinha que está tão em alta no momento pode ajudar a exemplificar o valor essencial da Persona. Ao criar o seu negócio, presumimos que você, empreendedor, tenha escolhido um público para trabalhar, correto?

Esse seu público tem características que o REPRESENTAM, como estilo de vida, idade, cor da pele, biótipo, atividade em seu ambiente comum e etc. Pois bem, se a sua marca tem foco por exemplo, em um jovem de 25 a 35 anos, morador do Rio de Janeiro, a sua marca não pode se colocar nas mídias com um discurso cheio de gírias paulistas entende? Assim, a sua marca não cria uma representação do #público e este não se sentindo representado, muito menos confortável, não confia no seu negócio. É como se vocês não falassem a mesma língua, não há como criar uma relação.

E nos dias de hoje, no mundo digital que vivemos, a interatividade impera, em cerca de segundos, qualquer pessoa pode disseminar #informações, criar relações, expor opiniões, e até mesmo promover movimentos #socioculturais, ou seja, não podemos negar que o fenômeno das #redes #sociais empoderou o consumidor e caso ele não esteja se sentido ouvido pelas marcas que dizem ser a escolha certa para ele, este vai se manifestar por meio da internet. Aí que mora o perigo e também o pulo do gato para um diferencial!

E como somos limões muito docinhos, vamos te dar algumas diretrizes para você poder montar uma estratégia bacanuda e desenvolver a sua Persona Afetiva.


Entenda o X das questões!

1. Por que as pessoas consomem o seu #produto?

2. Qual o significado do seu produto para seus clientes?

3. Quais são as razões por traz do investimento no seu produto?

4. Em que situação seu produto é comprado?

5. Seu produto é consumido por alguma região específica? Caso sim, você conhece a fundo essa cultura local?

6. Se o seu produto não atinge uma localização específica, mas sim vária regiões, quais são as características de estilo de vida que proporcionam um consumo comum do seu produto?

Esses são alguns questionamentos que pode trazer maior clareza para você desenvolver a persona da sua empresa e conseguir representar melhor o seu público-alvo.

Mas, já sabem, não é? Para refrescar as questões de marketing da sua empresa, 0800-Um Limão!


Referências:

Signoretti, Alberto & Câmara, Michele & Costa, Carlos & Soares, Sandra. (2017). Business Affective Persona (BAP): A methodology to create personas to enhance customer relationship with trust and empathy.

0 views
CONTATO
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
  • Agencia Um Limão LinkedIn
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram

Barueri - São Paulo , Brasil

© 2030 Agência Um Limão

Segunda a sexta-feira das

09:00 às 18:00